Folha de coca

Durante séculos, a coca foi considerada uma planta milagrosa dotada de virtudes extraordinárias. A coca é uma planta inegavelmente muito rica, com propriedades medicinais cientificamente comprovadas, e também é muito nutritiva, pois contém sais minerais e vitaminas.

A folha de coca era considerada um componente ritual nas sociedades andinas pré-hispânicas para milhares de anos e tem desempenhado um papel central no sistema de crenças, costumes e conhecimento, incorporado em uma visão de mundo originais. Nós não devemos esquecer que no povo dos Andes vivem em mais de 4.000 metros de altura, tornando coca serve como meios naturais, abundantes e econômicas para combater os efeitos da altitude. Outros componentes de coca, são os altropina, papaína, globulina, pectina, coleína, inulina, podem ser extraídos 14 alcalóides, cocaína que representa menos de 1%.

A coca é novamente a folha sagrada dos Andes, cultivada pelo seu uso tradicional e medicinal, uma vez que sempre foi cultivada pelos herdeiros das folhas verdes. Agora que outra civilização vários milhares de anos, como China, está interessado em exportação e mercado esta erva como é coca, além de ser reconhecido como um elemento central na medicina tradicional de Kallawayas da Bolívia, que oficialemente recebeu o reconhecimento Unesco como património mundial sobre a humanidade, é hora de remover a ilegalidade para restaurar o papel que sempre teve na sociedade, graças às suas propriedades medicinais e nutricionais.

 Fonte: http://www.ecolatino.ch/index.php?option=com_content&view=article&id=70:la-coca-hoja-sagrada-de-los-incas&catid=40:reportaje&Itemid=66